Gerenciamento de Projetos: o que é PMI, PMBOK e PMP?

Fonte: Pixabay.

Quando falamos em Gerenciamento de Projetos algumas pessoas tendem a achar
que estamos falando do gerenciamento da confecção dos projetos de engenharia,
como projetos arquitetônicos, estruturais, complementares, entre outros, sendo que,
na verdade, entendemos por projeto tudo aquilo que tiver como resultado um
produto ou serviço, que durar um tempo (ou seja, com início, meio e fim) e ainda
que vai ter pessoas envolvidas.

Então, dentro deste conceito, projetos tem um sentido bem mais amplo, por
exemplo: as suas férias tão sonhadas podem ser um projeto, um evento importante,
a construção de um motor, a construção de um avião e principalmente uma obra de
construção civil – todos estes exemplos se encaixam perfeitamente na definição de
projeto.

O Gerenciamento de Projetos é basicamente a utilização de várias ferramentas e a
administração de várias áreas que influenciam diretamente nos projetos, assim
tendendo de forma gerencial conduzi-los para o sucesso.

Histórico

Posto isto, sabemos que projetos existem e são realizados desde a antiguidade,
como as Pirâmides do Egito e a Muralha da China, por exemplo, mas não há
registros de como estes projetos foram controlados e gerenciados. Com o passar do
tempo e principalmente com a Revolução Industrial no final do século 19, houve
uma grande necessidade de se consolidar o Gerenciamento de Projetos, seus
processos e ferramentas.
Temos vários pensadores e estudiosos como Henry Gantt (o responsável pelas
barrinhas coloridas dos cronogramas) e até Frederick Winslow Taylor, que são
precursores do que estudamos hoje em Gerência de Projetos.


Fonte: Pixabay.

PMI

Já no final dos anos 60, algumas pessoas nos EUA se reuniram para discutir as
melhores práticas em Gerenciamento de Projetos e assim fundaram o PMI – Project
Management Institute (Instituto de Gerenciamento de Projetos), que hoje está
espalhado pelo mundo todo, inclusive o Brasil. Suas filiais são chamadas de
Capítulos (Chapter) – assim temos os Chapters São Paulo, Rio de Janeiro, entre
outros.

PMBOK

Já em 1981 os diretores do PMI começaram a desenvolver um guia muito completo,
contendo todas as ferramentas e áreas de conhecimento, bem como grupos de
processos estudados, para ter um bom resultado em projetos de qualquer natureza
e assim criaram o Guia PMBOK – Project Management Body of Knowledge, que
hoje está em sua 6ª Edição, que saiu em Setembro de 2017. A cada nova edição,
seguindo o raciocínio de melhoria contínua, o PMBOK é atualizado e renovado. O
PMBOK é um dos livros mais vendidos no mundo sobre Gerenciamento de Projetos,
consolidando assim sua tamanha importância.

PMP

Quando se estuda muito Gerenciamento de Projetos e se tem um certo tempo de
experiência gerenciando projetos de qualquer natureza, é possível obter uma
certificação, chamada de PMP – Project Management Professional (Profissional de
Gerenciamento de Projetos ou simplesmente Gerente de Projetos), através de uma
difícil prova. Esta certificação é emitida pelo PMI e é reconhecida mundialmente.
Além da prova, há a necessidade de se comprovar o mínimo de 4.500 horas de
experiência na área.

Esta certificação é tão importante que algumas empresas exigem dos seus
candidatos e existem escolas especializadas em cursos preparatórios para tal.


Fonte: Pixabay.


Referências:
● Carvalho, M. M.; Rabechini Jr., R. Fundamentos em Gestão de Projetos:
Construindo Competências para Gerenciar Projetos. 3. ed. São Paulo: Atlas,
2011.
● ©2013 Project Management Institute. Um Guia do Conhecimento em
Gerenciamento de Projetos (Guia PMBoK®) — 5ª Edição
● Wikipédia, a enciclopédia livre.

1 Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Share This

Copy Link to Clipboard

Copy